Sindseg-GV/ES pede contratação de vigilantes em hospital de Vila Velha

0
550

Na madrugada desta quarta-feira (02), um fato revelou a ausência de profissionais de segurança no Hospital Santa Mônica, em Itaparica, Vila Velha.  Um policial deu tiros dentro da unidade e causou pânico nos pacientes e nos funcionários. O PM exigia rapidez no atendimento, segundo testemunhas.

Essa não foi a primeira ocorrência no hospital. A primeira foi com um Policial Rodoviário Federal que chegou exaltado e quebrou a porta de vidro da entrada do pronto socorro.

O Sindseg-ES/GV esteve no hospital e constatou a ausência de profissionais de segurança no hospital. “Está comprovado a fragilidade da segurança de dentro do hospital, que não conta com a presença de um profissional de segurança patrimonial”, enfatiza Serafim Gerson Camilo, presidente do Sindseg-GV/ES.

Serafim esteve na unidade e procurou a administração do hospital a fim de conversar sobre a importância da contratação de profissionais capacitados de vigilância. A administração do hospital informou que irá fazer uma licitação para contratar uma empresa de vigilância patrimonial para atuar nas dependências da unidade.

Resultado da Fiscalização

O Sindseg-GV/ES tem trabalho para identificar as irregularidades nos estabelecimentos e, assim, garantir que o direito da categoria seja respeitado, bem como garantir mais oportunidades de emprego.

Para o presidente existe um entendimento equivocado quando se pensa em diminuir gastos. “Muitos empresários pensam em diminuir os custos não contratando segurança patrimonial ou substituindo por sistemas eletrônicos, porém, existem situações que são os profissionais de segurança que poderão impedir as ocorrências como mencionadas acima”, explica o presidente Serafim.