Vigilantes têm proposta para manter aposentadoria especial

0
930
Serafim na Plenária sobre Reforma da Previdência

Em plenária, realizada no último sábado (11), com representantes sindicais de todo o país, foi discutido a reforma da Previdência. Após a análise e debate foi possível construir uma proposta de emenda à PEC 06/2019, que trata da Reforma da Previdência. O Espírito Santo esteve representando pelo presidente Serafim Gerson Camilo do SINDSEG-GV/ES.

Na proposta apresentada pelo governo Federal, os vigilantes perdem sua aposentadoria especial, assim como outras categorias, e serão enquadrados nas mesmas condições dos demais trabalhadores(as). Os vigilantes estariam obrigados a trabalhar até os 65 anos (homem) ou 62 (mulher) e podendo ter de contribuir por 40 anos ou mais para se aposentar na integralidade.

Após a plenária, a Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), juntamente com SINDSEG-GV/ES e demais sindicatos de vigilantes do Brasil, elaboraram uma proposta de Emenda à PEC da Reforma da Previdência. O objetivo foi propor que a aposentadoria especial seja destinado aos trabalhadores(as) expostos a agentes nocivos químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde, ou associação desses agentes, ou ocupação e enquadramento por periculosidade.

Representantes dos sindicatos dos vigilantes do Brasil elaboraram
proposta de Emenda à PEC 06/2019

Apoio do Congresso

No Congresso Nacional, a emenda precisará da assinatura de 171 parlamentares para que ela seja efetivamente acatada na Comissão Especial que está analisando a proposta de reforma da Previdência do governo Bolsonaro.

Para isso, o movimento sindical buscou apoio do deputado Wellington Roberto (PR-PB). Até o momento a categoria já tem o apoio dos deputados federais Erika Kokay (PT-DF) e Nelson Pelegrino (PT-BA).

Mobilização

Os vigilantes de todo o Brasil precisam entrar em contato com o seu deputado(a) em seu estado e pedir que assine a emenda que vai manter a aposentadoria especial dos vigilantes.

Os vigilantes agradecem ao deputado Wellington Roberto, bem como ao presidente da Comissão Especial, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), amigo dos vigilantes pela acolhida à nossa proposta de emenda à PEC 06/2019 e reafirmamos nossa luta para defender a aposentadoria especial dos vigilantes de todo o Brasil.

Informações: Sindesvdf