Atentado na escola de Suzano alerta para importância da contratação de vigilantes

0
380
Foto: Istoe

O lamentável ataque na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), que fez 10 vítimas, acende um alerta para a sociedade: a importância da vigilância especializada nas unidades escolares.

O massacre de ontem (13), foi organizado por dois jovens, um de 17 e outro de 25 anos.  Na unidade escolar, não havia profissionais especializados em segurança. As câmeras de vigilância registraram a ação dos criminosos.

“Não adianta defender o porte de arma para todos cidadãos andar armados e não valorizar a categoria capacitada para agir nesses casos. É urgente a necessidade de valorizar os profissionais de vigilância. Outro ponto importante: vigilante não deveria ser substituído por câmeras. Elas são ineficientes para coibir o crime”, destaca o presidente Serafim.

Atualmente, boa parte das escolas públicas da Grande Vitória não possuem vigilantes armados. Em outubro do ano passado, a Escola de Ensino Fundametal Aldary Nunes, na Serra, foi destaque na imprensa após ser arrombada.