SINDSEG-GV/ES encontra irregularidades na contratação de vigilantes no Carnaval de Vitória

0
337

No último fim de semana, o SINDSEG-GV/ES realizou fiscalização no Sambão do Povo, durante o Carnaval de Vitória. A diretoria do sindicato encontrou irregularidades na contratação de vigilantes pelas empresas Acácia Vigilância e Segurança Ltda, Eco Eventos e Liga das Escolas de Samba (LIESGE). Ainda hoje, o sindicato voltará a fiscalizar a contratação de vigilantes durante a apuração dos votos das escolas de samba.

De acordo com o presidente do SINDSEG-GV/ES, SERAFIM GERSON CAMILO, a segurança privada precisa seguir com as exigências previstas em lei. “As empresas de vigilâncias devem cumprir com a legislação a fim de garantir a segurança do público e dos trabalhadores(as). Além disso, contratar vigilantes e pagá-los como apoio é uma injustiça com os trabalhadores(as) da área”, alerta.

Irregularidades
Sindicato detectou entre 80 a 85 vigilantes na área do evento. Todos estavam vestidos de tático, sem identificação da empresa. Os trabalhadores alegaram que foram contratados para o serviço vigilância/segurança e foi exigido certificado de vigilância para todos. No entanto, o contrato da empresa com a organização de evento estipulava apenas 20 vigilantes, sendo pago R$ 160 a cada trabalhador. Contudo, contratados receberam somente R$ 100. Apesar dos vigilantes contratados terem certificados de vigilância, não foi exigido o certificado de curso de extensão para grandes eventos. Outra irregularidade da empresa de vigilância foi a ausência do cadastro no sistema da Policia Federal. O cadastramento é de caráter obrigatório.

O caso foi registro na Polícia Federal pelo sindicato, além disso a assessoria jurídica do sindicato estuda abertura de processo contra a empresa de vigilância.