Policiais convocados para atuarem na UFES pedem baixa do convênio

0
1605

A célebre frase “o tiro saiu pela culatra”. Esse está sendo o resultado do convênio entre o Governo do Estado com a Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Os policiais convocados para atuarem no Campus da UFES estão pedindo baixa do convênio. A UFES até realizou o treinamento dos policiais sobre os direitos humanos conforme anunciou à imprensa capixaba, após críticas sobre a atuação da PM. No entanto, os policiais estão desistindo do contrato.

Enquanto isso, a reitoria da UFES continua fugindo da conversa com a comunidade universitária e dos sindicatos representantes da categoria.

O tiro pela culatra!

Com o quantitativo de PMS insuficiente, o plano de substituir os vigilantes patrimoniais da UFES parece estar caminhando para o fracasso. Mas, sem a garantia que a Universidade voltará atrás da decisão, o Sindseg-GV/ES e o Sindivigilantes já protocolaram no Ministério Público uma denúncia contra o convênio celebrado com a UFES e a Defensoria Pública do Estado. Afinal, a luta não pode parar!